Câncer de mama: campanha do Outubro Rosa 2020 é focada em hábitos saudáveis

A campanha do Outubro Rosa 2020 será marcada pelo movimento “Quanto antes melhor”, lançado pela Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM)

A campanha do Outubro Rosa 2020 será marcada pelo movimento “Quanto antes melhor”, lançado pela Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM). A ideia é focar na conscientização, chamando a atenção das mulheres para que adotem um estilo de vida mais saudável como forma de prevenir o câncer de mama. 

Essa perspectiva é ainda mais importante no contexto atual, tão conturbado pela Covid-19. Como tem sido um ano difícil para todo mundo, muitas pessoas relaxaram na prática de exercícios e na alimentação saudável e todo o rastreamento da saúde feminina ainda está voltando ao normal.

Outra mensagem que a SBM pretende reforçar é de que a vida pode ser bela mesmo após o câncer, que não é invencível. 

É verdade que o câncer de mama é o que mais mata mulheres no Brasil e é a segunda causa de todas as mortes de mulheres no país, atrás somente das doenças do sistema circulatório. Porém, quando identificado no início e tratado de forma adequada, as chances de cura chegam a 95%.

Os dados divulgados no início do ano pelo Instituto Nacional de Câncer (INCA), mostram uma estimativa de incidência de novos casos de câncer de mama no Brasil. 

As informações indicam 66.280 novos casos para cada ano do triênio 2020-2022. Portanto, o risco é de 61,61 novos casos a cada 100 mil mulheres.

Fatores de risco para o câncer de mama

O INCA também destaca que cerca de um terço dos casos novos poderiam ser evitados pela redução ou eliminação de aspectos de risco ambientais e relacionados a hábitos de vida das pacientes.

O tabagismo é um dos fatores determinantes, assim como a obesidade, o consumo excessivo de alimentos ultraprocessados e a alta exposição ao sol. Praticar atividade física regularmente é igualmente importante, pois são pequenas atitudes do cotidiano que contribuem para a longevidade e combate ao câncer.

Além desses, outros fatores individuais também devem ser considerados e observados, como:

  • Fatores genéticos (mutações dos genes BRCA1 e BRC2);
  • Fatores hereditários (ocorrência de câncer de ovário na família);
  • Menopausa tardia (fatores da história reprodutiva e hormonal).

Sinais e sintomas a que você deve estar atenta

O diagnóstico do câncer de mama começa com o autocuidado da mulher, que deve observar o próprio corpo e identificar os sinais suspeitos que podem estar relacionados à doença. 

Sendo assim, é importante consultar imediatamente o médico em caso de constatada as seguintes anormalidades, de forma isolada ou conjunta:

 

 

Hábitos saudáveis para a prevenção da doença

Pequenos hábitos saudáveis no cotidiano podem fazer toda a diferença e evitar o câncer de mama. As principais recomendações são:

Evitar ao máximo o consumo de álcool

Uma dose de álcool por dia aumenta o risco de desenvolver câncer de mama em 5%. Três ou mais doses por dia podem elevar o risco em 50%! Isso porque o álcool aumenta os níveis do estrogênio, o principal hormônio envolvido na multiplicação das células tumorais nas mamas. 

Não fumar

Estudos mostram que mulheres fumantes na pós-menopausa têm um risco 16% maior de desenvolver câncer de mama quando comparadas às não fumantes, assim como câncer de pulmão, boca, laringe, pâncreas e estômago. As fumantes passivas também têm um risco maior.

Manter o peso ideal

Evitar a obesidade é extremamente importante, principalmente após a última menstruação. Pesquisas revelam que mulheres na menopausa têm chance de desenvolver tumores maiores, mais agressivos e que comprometem áreas ainda maiores do corpo feminino.

Praticar atividade física

Não é necessário passar horas fazendo exercício. A recomendação é de 150 minutos de atividades físicas moderadas ou 75 minutos de atividades vigorosas, divididas pelos dias da semana. 

Um estudo americano demonstrou que o exercício aeróbico impacta na decomposição do hormônio estrogênio, inativando compostos que podem dar origem ao câncer de mama. 

Ter uma alimentação saudável

É essencial dar preferência a frutas e verduras frescas, assim como consumir proteína de qualidade, evitando carboidratos simples e gorduras (trans e saturadas). Uma alimentação repleta de compostos químicos pode favorecer a evolução de células malignas.

Siga estas orientações, faça o autoexame e, caso note a presença de algum dos sinais aqui mencionados, marque uma consulta médica.

A Clínica Laparos está no Centro Médico Monte Sinai – Av. Presidente Itamar Franco, 4001,  8º andar (sala 814) – Torre Leste – Cascatinha | Juiz de Fora/ MG

Fontes:

Ministério da Saúde

Instituto Nacional de Câncer


Glob news

3 Blog Globsex Postagens

Comentários